E-Schooling

Cursos Profissionais - Perfil de Saída

 

Para conclusão do 12º Ano (Nível 4)

Condições de acesso: 9º Ano de escolaridade ou formação equivalente

Formação financiada, que inclui: formação em contexto de trabalho (estágio), alimentação e subsídio de transporte

 

Taxa de conclusão dos alunos em cursos profissionais no CEI: 98%

Taxa de empregabilidade dos alunos após realização dos cursos profissionais no CEI: 90%

 

Cursos profissionais - 2018-2019:

Técnico Comercial
Técnico de Cozinha e Pastelaria
Técnico Auxiliar de Saúde
Técnico de Manutenção Industrial de Metalurgia e Metalomecânica

 

Perfil de Saída: 


Técnico/a Comercial

cp_teccomercial_800

O(a) técnico(a) comercial é o(a) profissional qualificado(a) apto(a) a organizar e planear a venda de produtos e ou serviços em estabelecimentos comerciais, garantindo a satisfação dos clientes, tendo como objetivo a sua fidelização.

Parceiros na Formação em Contexto de Trabalho (estágio):

  • Pingo Doce - Distribuição Alimentar
  • Maxmat - Modelo Distribuição de Materiais de Construção
  • JP Azulejos - Artigos de decoração, lda
  • Recheio Cash & Carry
  • C&A, WomenSecret, Cortefiel, Sprinfield
  • ...

 

img_6134_300

"Eu escolhi o curso de Técnico Comercial porque é uma área que eu gosto e tem muitas saídas! Eu adorei!! É um curso que tem bastante interesse para quem gosta de interagir com Clientes. 

O CEI é diferente, porque é uma escola que nos transmite segurança e acredita sempre em nós. Quer que sejamos sempre melhores, porque acredita que somos capazes!"

Fabiana, finalista do curso de Técnico Comercial 


 

Técnico/a de Cozinha e Pastelaria

teccozinha_800

O(a) técnico(a) de cozinha e pastelaria é o(a) profissional que, no domínio das normas de higiene e segurança alimentar, planifica e dirige os trabalhos de cozinha, colabora na estruturação de ementas, bem como prepara e confeciona refeições num enquadramento de especialidade, nomeadamente gastronomia regional portuguesa e internacional.

Parceiros na Formação em Contexto de Trabalho (estágio):

  • Churrasquaria Monumental
  • Casa de chá da Boa Nova
  • Massa9ova
  • O Alentejano
  • O Valente
  • ...

 

img_6473_300

"Aprendi muito mais no curso do que estava à espera. No início, nem sabia estrelar um ovo e agora já fui capaz de impressionar as pessoas lá em casa!

Escolhi o CEI porque era a escola mais próxima de casa. Mas fiquei surpreendido! No CEI os professores são diferentes, porque ajudam muito mais. Nós aqui temos uma ajuda brutal: nas aulas, no material de estudo para os testes, ..., a proximidade é muito grande. Esta escola é diferente, extraordinária, única!"

Roberto e Pedro, finalistas do Curso de Restauração - variante cozinha e pastelaria


 

Técnico/a Auxiliar de Saúde

tecsaude_800

O(a) técnico(a) auxiliar de saúde é o(a) profissional que, sob a orientação de profissionais de daúde com formação superior, auxilia na prestação de cuidados de saúde aos utentes, na recolha e transporte de amostras biológicas, na limpeza, higienização e transporte de roupas, materiais, equipamentos e espaços e no apoio logístico e administrativo das diferentes unidades e serviços de saúde.  

Parceiros na Formação em Contexto de Trabalho (estágio):

  • Centro de dia de Fiães, Sanguedo, Lobão
  • Centro social de Arrifana, Vale, S. Jorge, Nogueira do Cravo, Escariz, Souto
  • Fundação Manuel Brandão
  • Santa Casa da Misericórdia
  • CERCI
  • ...

 

img_6446_300

"Escolhi este curso porque sempre quis ajudar pessoas e trabalhar com pessoas. Tive bastantes dúvidas, mas escolhi o curso profissional porque achei que no final do secundário teria mais opções. 

Quando a Bebiana optou por este curso, fui investigar e percebi que aquelas informações que a gente ouve nem sempre correspondem à realidade. Acho que ela fez a escolha certa, pois este curso ajudou-a a amadurecer e ficar ainda mais responsável. 

Tinha amigos que andaram nesta escola e eles recomendaram-me a vir para o CEI porque era uma escola muito boa. E de facto, a proximidade com os professores aqui é muito melhor."

Bebiana e mãe, finalista do curso Técnico Auxiliar de Saúde

 

daniel_300"O meu sonho sempre foi o desporto.
No final do 10ºano do curso de ciências as dificuldades na disciplina de matemática foram surgindo. Foi, nesse momento, que surgiu a oportunidade de mudar de curso e ingressar num curso profissional de auxiliar de saúde. Foi uma experiência enriquecedora e fantástica. Este curso permitiu-me concretizar o meu sonho e, neste preciso momento, estou a terminar o curso de Educação Física no ISMAI."

Daniel Coimbra, ex-aluno do curso Técnico Auxiliar de Saúde 


Técnico/a de Manutenção Industrial de Metalurgia e Metalomecânica (novo)

cp_mi_800

O(a) técnico(a) de manutenção industrial de metalurgia e metalomecânica é o(a) profissional qualificado(a) apto(a) a orientar e desenvolver os trabalhos na área da manutenção, relativamente à preparação, inspeção e manutenção de equipamentos industriais. 

Parceiros na Formação em Contexto de Trabalho (estágio):

  • JPM Indústria
  • COLEP
  • CIFIAL
  • Simoldes
  • Ramada Investimentos e Indústria
  • Costa & Dias, Lda
  • ...

 

“Os empregadores contactados sublinharam as fortes carências de mão-de-obra qualificada, que são cada vez mais evidentes face ao processo de intensificação tecnológica, ao envelhecimento dos trabalhadores e necessidade de assegurar a renovação geracional, ao desinteresse dos jovens pelas áreas industriais e ao reforço do perfil exportador e respetiva necessidade de ajustamento das competências aos processos de internacionalização.”   in estudo de antecipação de necessidades de qualificações de nível intermédio na área metropolitana do porto, Quaternaire Portugal

 “Nos últimos dois anos houve mais de duas dezenas de empresas de capital estrangeiro a instalarem-se, sobretudo, nos distritos de Viana do Castelo, Porto e Aveiro.” […]"Sofre apenas pela questão da mão-de-obra, que já é escassa e tem de ser partilhada por mais.”   in Jornal de Negócios, 22-maio-17, Portugal é “chão que dá metal” no investimento estrangeiro

“Poderíamos ter mais 10 mil colaboradores, no mínimo, se fosse possível encontrá-los e, particularmente, se houvesse uma aposta real na formação profissional em Portugal”, garante o vice-presidente da Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal (AIMMAP).”  in dinheiro vivo, 15-julho-17, Indústria campeã das exportações precisa de 20 mil trabalhadores