E-Schooling
2º + 3º Ciclo
Secundário
Formação CEI
O Colégio

Jimmy P no CEI

01 Junho 2017

O Jimmy P, em parceria com a EDP, desafiou-te a taggares o teu futuro e nós vencemos o concurso! Do 7º ao 12º ano, 325 alunos taggaram a sua profissão de futuro e, como foi a escola com mais taggs, recebemos um concerto privado do rapper Jimmy P.

"A ideia era simples: pensar, sem barreiras nem preconceitos, no que queres ser quando fores grande, tal como diz o Jimmy na música “Handzup”, que apadrinha esta campanha. No meio dos engenheiros, gestores, músicos ou atores, descobrimos o tag de uma rapariga com o sonho de ser piloto de aviões comerciais ou de um rapaz que gostava de ser bailarino de ballet. E é o próprio cantor que te diz: “Ainda há profissões que as pessoas associam a homens ou a mulheres e não tem que ser assim. Muitas vezes os pais reprovam essa profissão, e a mensagem que quero passar é que esses limites não existem, vocês têm que acreditar e lutar”.

A escola venceu o concurso ‘Tagga o Teu Futuro’ e os alunos ainda tiveram oportunidade de fazer perguntas ao cantor. “Como é que começaste na música?”, “A família apoiou-te na decisão?”, “Qual é o segredo do sucesso?” ou “Como é ser famoso?”. Jimmy P respondeu a tudo e contou que o seu sonho, quando era pequeno, era ser jogador de futebol, como o pai. O rapper é filho do ex-jogador do FCPorto, Sporting e da seleção nacional Jorge Plácido.

Só mais tarde, e já depois de tirar o curso superior de Marketing, é que ele percebeu que gostava muito mais de fazer música do que de outra coisa qualquer: “Muitos me diziam que a música não era uma profissão a sério. Depois de acabar o curso, tinha um bom trabalho e abdiquei de tudo para correr atrás do meu sonho de fazer música”.

"Se acreditarem, se definirem objetivos, tudo é possível. Como diz uma das minhas músicas, creio que a palavra impossível só existe em dicionário”. E foi de cartazes em punho e entre gritos que os alunos cantaram em coro todas as músicas do rapper. A plateia esteve, como a música diz, “On Fire”, num espetáculo que viajou “Entre as Estrelas” e terminou com “Amigos e Amantes”.

A primeira fase da iniciativa da EDP, que arrancou em março, contou com a participação de mais de 4.500 jovens entre os 12 e os 18 anos, que responderam ao desafio de assinalar a profissão dos seus sonhos, sem barreiras nem preconceitos. Agora, o desafio é outro e tu ainda vais a tempo de participar. A ideia é trabalhar em turma ideias e projetos que possam fazer a diferença para quebrar o estigma das profissões. "

 

Notícia TAG Jornal de Notícias

Texto: Catarina Silva Fotos: Maria João Gala/Global Imagens e Tony Dias/Global Imagens -