E-Schooling

Ensino de Mandarim no CEI

 

O ensino do mandarim no CEI é efetuado através de uma parceria com o Instituto Confúcio da Universidade de Aveiro (IC-UA), com o principal objetivo de proporcionar aos alunos conhecimentos introdutórios e intermédios da língua e cultura chinesas. O IC-UA certifica os alunos, homologa as orientações curriculares da disciplina de mandarim e cede professores chineses para a dinamização das aulas e de atividades culturais.

A aprendizagem desta língua milenar, que atualmente está em difusão exponencial no mundo, tem recebido particular atenção nos últimos anos. As relações entre a China e Portugal são cada vez mais frequentes e estreitas, e por isso, acreditamos que falar mandarim será um elemento diferenciador e fonte de vantagem no futuro dos nossos alunos.

Os conteúdos do programa são vastos e preparam os alunos para o domínio das bases da língua.

Aprendem sobretudo à luz de situações do quotidiano: cumprimentos, membros da família, nacionalidades e países, descrição de espaços, do tempo atmosférico, das estações do ano, de animais e de pessoas, vocabulário associado à escola, ao hospital, ao restaurante e ao comércio, perguntar e indicar sobre direções, horas, meses e dias da semana, entre outros conteúdos.

Para além disso, através da promoção de atividades culturais e da celebração das datas festivas mais importantes na China, é estabelecida a ponte entre o conteúdo programático e a realidade experimentada no país – tornando a aprendizagem envolvente.

Ser capaz de dominar o mandarim é um desafio compensador que os alunos reconhecem durante e, sobretudo, no término do processo: com a realização do exame HSK. O HSK (Hànyǔ Shuǐpíng Kǎoshì) é o teste oficial da China, dividido em seis níveis para testar a proficiência de falantes não-nativos. É organizado oficialmente, com critérios uniformizados para todo o mundo e com emissão dos respetivos diplomas reconhecidos mundialmente.  Os alunos do CEI realizam o exame HSK no final dos 4 anos de aprendizagem (no final do 8º ano) para o nível 1 ou nível 2.

  • Os alunos aprovados no nível 1, são capazes de entender e usar frases simples em mandarim e de produzir conversas básicas.
  • Os alunos aprovados no nível 2, têm um domínio excelente sobre o mandarim básico e podem comunicar durante tarefas simples e rotineiras.

 

De um modo geral, o feedback dos alunos é positivo, realçando-se a curiosidade, a surpresa e a consequente motivação na continuidade da aquisição de conhecimentos relativos à língua e à cultura chinesas.